Minha Sacola

0 itens

Você não tem nenhum item no carrinho ainda.

Conquista Professional

 

 

Nasce uma nova linha de produtos na Conquista! O setor de trabalho em altura, com que a empresa flerta a bastante tempo, agora passa a ter participação maior no portfólio.

Unindo os 28 anos da Conquista fabricando equipamentos para o setor esportivo de altura com o know-how técnico de trabalho em altura de Marcos Amazonas, começa no início de 2018 a parceria que agora começa a atuar trazer novidade ao mercado.A queda e como se proteger desta une o esporte e a indústria em uma busca comum. Nos dois ramos a queda não é desejada e nem se sabem em que momento está poderá acontecer, sempre é preciso estar preparado e utilizando bons equipamentos. Uma análise de risco e boa preparação para executar o desafio de forma segura e com sucesso é a meta desta Conquista.

 

 

O medo precisa ser trabalhado e a confiança no processo e no produto ajuda a avançar com segurança.

A união de esporte e trabalho no mercado de altura não é nova, bem pelo contrário, esta é uma realidade para muitos fabricantes de equipamento, principalmente europeus. Europeus que são o berço da cultura do alpinismo e beneficiam de fora muito importante o Brasil, que adota com base das normas técnicas brasileiras (NBR) de trabalhos em altura as EN (normas europeias).

 O processo de certificação não é algo novo para a Conquista que garante seus produtos da linha esportiva com o reconhecido selo da UIAA (União Internacional das Associações de Alpinismo). Agora fica o convite para conhecer os novos produtos certificados pelo INMETRO e detentores do CA do Ministério do Trabalho, conquistados devido a muito investimento em planejamento, desenvolvimento e testes. A soma de parceiros da indústria e do esporte formam e serão a principal forma de crescimento desta nova linha de produtos.

 A paixão dos escaladores unida ao profissionalismo do ramo industrial criou e irá criar soluções diferenciadas para este mercado tão exigente.

Conquista Professional, uma nova realidade no mercado brasileiro de trabalhos em altura