Jonas Leffeck - Superphaust 10a Corupá
Jonas Leffeck - Via Superphaust 10a - Corupá / Atleta do Time Conquista. Créditos: Marcos Cons.

Bate-papo com Jonas Leffeck

Novembro 30, 2016. Ian Padilha Bate-Papo/Entrevista Jonas Leffeck 


Conquista Montanhismo: Primeiro nós queremos saber quando (idade), e como você começou a escalar? 

Jonas Leffeck: foi em 2005 quando eu tinha 12 anos por um amigo que me levou conhecer a escalada e foi amor a primeira vista. 

CM: Como é a sua família, eles te apoiam e acham legal ou falam que é perigoso? 

JL: Na questão de segurança, já está bem tranquilo, mas minha mãe acho ainda fica um pouco nervosa com as quedas hahaha, e quanto ao apoio que recebo deles, é sempre positivo.

CM: E como é, você estuda e trabalha? Como faz para conciliar os treinos e as trips de escalada?

JL: Atualmente não estou trabalhando, só em casa, como o terreno é grande sempre tem coisas pra fazer. Já sou formado em Educação Fisica, então essa fase de formação já passou e agora estou dedicando 100% à escalada.

Jonas Leffeck - atleta conquista
Novo Atleta do Time Conquista - Jonas Leffeck e parceiro de climb e também atleta Conquista, Ian Padilha.

CM: Quando não está treinando, escalando o que você gosta de fazer?

JL: Durante o dia como falei, o terreno é grande e tenho vários afazeres e gosto de fazer as coisas fora de casa.

CM: Das pessoas que você tem como base/ídolo da escalada ou da vida em geral, quais deles mais te influencia e que são eles?

JL: O meu grande ídolo da escalada é a lenda Chris Sharma, que ao passar dos anos sempre está superando seus limites com uma via ou boulder, e acredito que seja uma pessoa incrivel e gostaria muito de trocar uns betas com ele algum dia hahaha.

CM: Qual é o estilo de música de você gosta de escutar?

JL: Sempre foi Rock, e sempre será.

Jonas Leffeck - atleta conquista montanhismo
Jonas Leffeck e Ian Padilha em Corupá/São Bento do Sul / Atletas do Time Conquista.

CM: Você treina sozinho, ou alguém te passa os treinos e te auxilia?

JL: Tenho uma base de treinamento por ser formado, então eu mesmo faço e aplico treinamentos e vou testando o que me da mais resultado.

CM: O que te motiva a querer a evoluir e romper os seus próprios limites?

JL: Eu gosto de me desafiar, se coloco uma meta para ser atingida, eu vou ser fiel aos treinamentos e com isso a evolução aparece.

CM: Dos estilos de escalada que você pratica (escalada esportiva e boulder) quais deles é seu favorito? E se você tem alguma via, boulder que queira mandar, quais são?

JL: Gosto muito de fazer boulder pela explosão nos movimentos, mas estou numa fase de vias esportivas que to curtindo muito! Via que eu to desejando mandar é a Esquadrilha da Fumaça no Braço Esquerdo, apesar de eu ter entrado apenas uma vez. O boulder que acho incrível e que só vi em video é o Libertadores V14, é uma linha que realmente me chama a atenção.

Jonas Leffeck - Atleta Conquista Montanhismo LTDA
Jonas Leffeck em Corupá/São bento do Sul / Atleta do Time Conquista.

CM: Quanto a campeonatos, você se sente confortável, você curte? Quais são suas expectativas para 2017?

JL: Eu curto muito a vibe dos campeonatos, mas sempre rola um nervosismo, e se você conseguir controla-la pode até ajudar. Minhas expectativas pro ano que vem é participar dos Brasileiros e quem sabe ir de novo pro Master de Boulder no Chile e tentar melhorar a colocação que fiquei esse ano.

CM: Mudando de assunto, o que você pensa sobre conquistar novas vias, ir e fazer todo o trabalho de Conquista?

JL: Nesse assunto não tenho muito o que falar, porque não tive a oportunidade ainda de ter essa experiencia, mas com certeza quero fazer esse trabalho e deixar meu nome em algumas linhas.

CM: Esse fim de ano você entrou em um projeto bem difícil em Corupá, Esquadrilha da Fumaça (setor 45°) o que você achou? É viável a cadena, essa via pode sair pra ti?

JL: Entrei uma vez na via e achei incrível, muito forte os movimentos, que nem consegui isolar um deles. No dia que entrei as condições não estavam favoráveis e quero voltar nela o quanto antes, e acho que é uma via que se encaixa no meu estilo e acredito que a cadena seja viável.

Jonas Leffeck - Atleta Conquista - Campeonato Brasileiro de Boulder
Jonas Leffeck - Campeão Brasileiro de Boulder em 2015.

CM: Quais são os planos para 2017 em termos de vias e boulders?

JL: Quero cohnecer picos de escalada diferentes que nunca fui, e tentar fazer um volume de escalada à vista em vias. Quanto aos boulders, é tentar alguma cadena com poucas repetições, ainda não sei qual.

CM: Trip dos sonhos, fala pra nós qual é o setor/pico que você gostaria de conhecer?

JL: Com certeza quero ir pra Serra do Cipó que nunca fui, e fazer boulder em Ouro Preto e Cocal.

CM: Fala ai, qual é aquela via, que você acha a linha perfeita?

JL: Uma via que achei muito top, desde a primeira entrada que fiz, que era um projeto ainda que fica em Corupá, no setor Planeta dos Macacos é a via Selvagens 9b, uma movimentação precisa e constante.

CM: E agora o boulder perfeito?

JL: O boulder Juventude Oculta V11 que achei, e fiz o FA durante o festival de escalada no Braço Esquerdo.

CM: A ultima, pra fechar com chave de ouro. Qual é a frase que te inspira e motiva?

JL: Escalar com humildade, respeitando as linhas e buscando sempre ser mais e mais forte. 


Conquista Montanhismo

Escrito por:

Ian Padilha